Fone: (11) 2376-6631

Whatsapp: (11) 9 6057-6182

Contrato de Manutenção

Plano de Manutenção, Operação e Controle (PMOC)

Plano de Manutenção, Operação e Controle, exigido na Portaria nº 3523, de 28 de agosto de 1998. Nele é estipulado quando as verificações e correções técnicas deverão ser executadas em cada ponto do sistema de refrigeração. É especificado também, qual o número de ocupantes de cada ambiente refrigerado, a carga térmica do equipamento e o tipo de atividade desenvolvida no local. Garantindo assim boa qualidade no ar do ambiente, não oferecendo risco à saúde dos ocupantes. Essa manutenção deve ser feita por um responsável técnico devidamente credenciado pelo CREA, garantindo assim boa qualidade no ar do ambiente, não oferecendo risco de saúde aos usuários.

PMOC é obrigatório para todas as empresas cujo sistema de climatização possuir capacidade acima de 5TR (60.000 Btu). Mesmo que esta capacidade seja atingida pela soma de pequenos sistemas dentro de um mesmo ambiente. O não cumprimento desta portaria, resulta em multa, que pode chegar em valor de até R$200.000,00.

Consequências e riscos de não implantar o PMOC: 

Há várias consequências e riscos de não implantar o PMOC:

Há o risco de desencadear uma micro epidemia de doenças oriundas por conta da má qualidade do ar (síndrome do edifício doente). Caso haja 20% de usuários de um mesmo ambiente, apresentando algum tipo de problema relacionado a contaminação do ar, já caracteriza uma micro epidemia.

A empresa pode responder a processo judicial de reparação de danos por promover disseminação ou agravamento de doenças respiratórias pré-existentes em ocupantes do ambiente climatizado. Estes processos, normalmente são promovidos por ex-ocupantes ou ex-funcionários do ambiente.

Por que a Manutenção é Necessária?

Para estar de acordo com a legislação vigente;

Para aumentar o tempo de parada dos equipamentos, reduzindo efetivamente os custos com energia elétrica;

Para que haja um equilíbrio do sistema de refrigeração, favorecendo o prolongamento da vida útil do equipamento;

Para a limpeza efetiva dos filtros evaporadores, obtendo ar puro livre de bactérias responsáveis por doenças respiratórias;

Para que haja melhoria na qualidade do ar interno;

Para melhor funcionamento do compressor, aumentando sua vida útil;

Para redução no custo final de utilização e manutenção;

Para redução de gastos com a troca de peças, panes e quebras dos equipamentos;

Para utilização de mão de obra técnica especializada;

Para utilização de ferramentas adequadas à execução dos serviços;

Para um constante acompanhamento de funcionamento do aparelhos;

Para um pronto atendimento no caso de quebra do aparelhos;